Homem-Aranha: De volta ao Lar – Vale apena assistir?

  • HISTÓRIA
  • ATORES
  • EFEITOS ESPECIAIS
  • TEMPO DE FILME
Share

Vamos falar sobre esse filme da Sony e Marvel, que antes mesmo de estrear já dava o que falar, principalmente sobre a escolha do ator principal.

Homem-Aranha: De volta ao Lar dirigido por Jon Watts, mostra um pouco do que já vimos em Capitão America: Guerra Civil, só que dessa vez pelos olhos do adolescente de 15 anos PeterParker (Tom Holland). Em uma especie de “vlog” que já foi mostrado em vários trailers, Peter filma seu dia dia até pegar seu uniforme com Tony Stark (Robert Downey Jr.).

O mais interessante nesse filme foi poder ver algo bem diferente dos filmes já feitos do Aranha, pois não conta sua origem.

Sua tia May (Marisa Tomei) é algo que no inicio achei que não ia dar certo, mas com o contexto da história pareceu se encaixar e dar até um pouco mais de graça ao filme do que uma velhinha de 70 anos.

Passando-se a maior parte do filme na escola, mostrando que Peter Parker e Ned Leeds (Jacob Batalon) são realmente nerds, onde usam muitas referencias que só um bom nerd irá entender, como Star Wars e Curtindo a vida Adoidado. Foi ótimo ver o Jovem Perter desengonçado, tímido e com receio de tomar algumas atitudes, como tentar falar com a Liz Allan (Laura Harrier), seu par romântico e sem sal.

Salva de palmas para a atuação de Tom Holland que faz parecer que Peter Paker (Homem-Aranha) tenha sido feito especialmente para ele.

Esqueça todos os filmes do Aranha que você já assistiu, pois esse é totalmente novo. Fica claro que ele ainda está aprendendo a lidar com os seus poderes, com a responsabilidade de ser um “herói” e com a sua nova roupa que tem “um zilhão” de modos e acessórios. O grande problema de Peter é estudar fazer as provas e salvar o mundo ao mesmo tempo.

Ver o “amigo da vizinhança” escalando um prédio no filme é bem raro, pois ele fica em sua maior parte do filme em seu bairro o Queens, (Por isso o amigo da vizinhança).

Não podemos esquecer de Thony Stark (Robert Downey Jr), que por um milagre divino não foi o centro das atenções (ótimo) do filme, pois ele aparece em participações pontuais a onde realmente se faz necessário, já que ele é o “mentor” do jovem escalador de paredes e tem a função de deixa-lo na “linha”.

Abutre (Michael Keton) “vilão” do filme está realmente bom no papel, pois ele tem realmente um motivo para ser um “bandido”, mas não chega a ser “vilanesco” ou “malévolo”. Chega a surpreender em certas cenas do filme onde cria um clima de comédia com tensão. (existe isso?).

O filme tem várias grandes revelações que não foram mostradas no trailer e isso me agradou muito, mas peca em suas cenas de ação, como falei anteriormente é um filme bem contido, mas entende-se o porque de não haver uma cena que te faça pular da cadeira.

Para quem quer se divertir ignorando algumas coisas das HQs (Nem tudo) e ver muitas referencias aos Vingadores e aos filmes da MARVEL, principalmente ao Capitão América, tem que ir assistir ao novo primeiro filme do Homem-Aranha, pois ele não é grandioso, já que não é essa a proposta do filme, sendo um reinicio para a franquia. Da para levar toda a família e se divertir com Peter Parker e seu parceiro Ned Leeds tentando se provar merecedor do titulo de Homem-Aranaha.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 1 outro assinante

Follow

Get the latest posts delivered to your mailbox: